Orçamento previsto para compra de vacinas em 2022 tem queda de 85%


Gasto do Ministério da Saúde com enfrentamento da pandemia foi de R$ 70,8 bilhões em 2020 e está previsto em R$ 53,7 bilhões neste ano

Orçamento previsto para compra de vacinas em 2022 tem queda de 85%

Foto: Jefferson Peixoto/Secom/PMS

Por: Luciana Freire

O Orçamento de 2022, enviado pelo governo nesta terça-feira (31) ao Congresso Nacional, reserva R$ 3,943 bilhões para a compra de vacinas contra a Covid-19.

Embora isso represente uma queda de 85% em comparação ao autorizado para este ano (R$ 27,8 bilhões), a equipe econômica diz que não faltarão recursos para a compra do imunizante no próximo ano.

O valor foi estabelecido considerando um plano enviado pelo Ministério da Saúde. Esse plano não deixa claro a necessidade de uma revacinação de toda a população no próximo ano, de acordo com integrantes do Ministério da Economia. Por isso, a opção foi estabelecer esse montante, que ainda tem uma destinação incerta.

O gasto do Ministério da Saúde com enfrentamento da pandemia foi de R$ 70,8 bilhões em 2020 e está previsto em R$ 53,7 bilhões neste ano.

Metro1